Conflito no Sahara Ocidental:

By in

Sidati recorda responsabilidade da Espanha e da UE

Mohamed Sidati

Vitória-Gasteiz (Espanha)  O delegado do ministro saharaui para a Europa, Mohamed Sidati, disse neste sábado em Victoria-Gasteiz que o EUCOCO “constitui uma mensagem clara dirigida à Espanha e à União Europeia (UE) para recordar a sua responsabilidade em Conflito no Sahara Ocidental e os obstáculos para encontrar uma solução definitiva e justa “.

Em declarações à APS, à margem da 44ª Conferência Europeia de Apoio e Solidariedade ao Povo Saharaui (EUCOCO), Sidati denunciou o envolvimento da União Europeia na exploração ilegal dos recursos naturais saharauis e a violação do direito internacional.

“A Europa, através de uma política imprudente, apoia a ocupação ilegal marroquina do Sahara Ocidental”, acrescentou.

“É uma mensagem forte para a ocupação e repressão marroquina, mas também é uma mensagem de esperança que demonstra que o movimento de solidariedade com o povo saharaui é mais forte e continua a apoiar a luta pela paz, liberdade e independência”, acrescentou o Ministro saharaui.

De Vitoria-Gasteiz, o 44º EUCOCO exige da Espanha que assuma as suas responsabilidades na resolução do conflito no Sahara Ocidental e que o novo governo tome uma posição construtiva, acrescentou Sidati.

Esta conferência, apoiada pelo governo basco, o conselho regional e o conselho municipal de Vitória-Gasteiz, contou com a participação de uma importante delegação saharaui liderada pelo primeiro ministro Mohammed Akeik, bem como uma grande participação de organizações e instituições internacionais em apoio ao povo saharaui.

A conferência também contou com a participação de membros de instituições regionais e locais, sindicatos, ONGs, advogados, personalidades do mundo da cultura e associações de amizade com o povo saharaui. (SPS)

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.