Dezenas de migrantes voltam a entrar em Espanha através de Melila.

Segundo a AFP, Foi na passada segunda feira que cerca de 119 migrantes escalaram uma cerca e cruzaram a fronteira de Marrocos para o enclave espanhol de Melila.

Poucas semanas depois de uma crise semelhante que viu milhares de pessoas cruzarem a fronteira e entrarem em conflito com a segurança.

Os migrantes rotineiramente tentam entrar em Melila e Ceuta, territórios espanhóis próximos da fronteira com Marrocos – a única travessia por terra entre a Europa e a África.

Nadam ao longo da costa, escalam cercas de fronteira ou se escondem em veículos, no que pode ser uma tentativa perigosa e até mortal de chegar à Europa.

“Entraram 119 pessoas, todos homens”, disse um porta-voz da delegação do governo espanhol em Melila acerca deste último incidente.

Resultaram feridos sem gravidade cinco policias da Guarda Civil Espanhola e um migrante, acrescentou.”

Os que entraram em Espanha foram levados a um centro governamental para migrantes, onde serão testados para o coronavírus.

Ceuta e Melila têm sido um íman para migrantes desesperados numa tentativa de fugir da opressão Marroquina, da pobreza e da fome.

No mês passado, Espanha foi apanhada desprevenida quando cerca de 10.000 pessoas, principalmente jovens, invadiram Ceuta enquanto os guardas da fronteira marroquina faziam “vista grossa”.

O incidente ocorreu durante uma crise diplomática entre Espanha e Marrocos, que segundo este ultimo diz ter sido causada pela presença do líder da Frente Polisario num hospital espanhol, com a violação da fronteira amplamente vista como uma medida punitiva por Rabat.

[views]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.